Nadi Shodhana Pranayama


Nadi Shodhana significa purificação das nadis. Nadis são os canais de energia (prana). É um dos mais importantes exercícios respiratórios no Yoga, já que promove o bhúta shuddhi, a limpeza do corpo sutil , essencial para progredir para práticas mais avançadas. Este respiratório é silencioso e agradável e induz a um estado natural de tranquilidade. É um excelente exercício preparatório para aprofundar a meditação.




Nadi Shodhana reúne as duas respirações polarizadas - chandra nadi e surya nadi pranayama. Chandra nadi pranayama refresca o corpo, é sedativo e bom para controlar o sistema nervoso. Surya nadi pranayama estimula a visão e a digestão, dá poder físico e produz intenso calor. Revigora o sistema nervoso e o intelecto, purifica o corpo sutil e dá muita energia.




Como fazer Nadi Shodhana pranayama?

  1. Sente-se numa posição confortável e feche os olhos. Procure manter as costas direitas.

  2. A mão esquerda fica em jñana mudrá sobre o joelho ou coxa e a direita em vishnu mudrá (na imagem `esquerda). Usaremos o polegar e o anelar para tapar a narina direita e o anelar para tapar a narina esquerda.

  3. Inicie fazendo três ciclos respiratórios somente pela narina esquerda, depois inverta e faça mais três ciclos respiratórios pela narina direita - observe a qualidade da sua respiração em cada narina.

  4. Esvazie os pulmões.

  5. Inspire profundamente pela narina esquerda, retendo o ar por 1 ou 2 segundos e logo expire pela narina direita (chandra nadi pranayama) .

  6. Retenha sem ar por 1 ou 2 segundos.

  7. De pulmões esvaziados inicie a respiração inversa - inspire pela narina direita, altere calmamente a posição da mão e expire pela narina esquerda - (surya nadi pranayama).

  8. Assim se completa um ciclo.

  9. Repita por 20 a 30 ciclos respiratórios.

...


Observações e recomendações:


  • Inicie procurando uniformizar os tempos respiratórios de inspiração e expiração.

  • Respire de forma profunda, completa e tranquila.

  • Observe os momentos de retenção com e sem ar (antar e bhaya kumbhaka).

  • Mantenha o corpo numa posição agradável, de costas erguidas e imóvel.

  • Á medida que se sentir confortável no exercício pode gradualmente adicionar tempos/ritmos a cada fase de respiração inclusivé retenção. Durante as retenções adicione o bandha traya (mula, uddiyana, jalandhara e jihva bandhas).

  • Ritmos e fases para o pranayama:

1:2:1:0 - 6 a 8 segundos

1:1:2:0 - 6 a 8 segundos

1:2:2:0 - 6 a 8 segundos

1:2:2:1 - 8 a 10 segundos

(...)

Nota: Os ritmos referem a proporção dos tempos respiratórios de cada fase na seguinte ordem: Inspiração - retenção com ar-expiração e retenção sem ar



Se sentir dificuldade, cansaço ou falta de fôlego deve reduzir os tempos respiratórios para aquele que sinta ideal para si. O exercício ajudar-lhe-á a melhorar a sua capacidade respiratória ao seu ritmo. Recomenda-se também, como preparação para este pranayama, começar por Chandra Bedhana e Surya bedhana pranayama, abaixo descritos:


Chandra bhedhana pranayama

Inspire pela narina esquerda e solte o ar pela narina direita.

Repita por 10 ciclos.


Surya bhedhana pranayama

Inspire pela narina direita e solte o ar pela narina esquerda.

Repita por 10 ciclos.


...


Atenção:


Esta informação técnica não substitui um professor de yoga e somente é disponibillizada para fins de aprofundamento da sua prática pessoal. Para o sucesso na prática de Yoga, esta deve ser sempre assistida inicialmente por um professor competente e preparado para guiar o aluno na adequação da sua prática. O autor deste texto não se responsabiliza pelo mau uso destas informações.

...


Boas práticas!



18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo