A Medicina Ayurveda e os 5 elementos -Panchamahabhuta

Atualizado: 1 de jun.


Ayurveda - Ciência e medicina "Ayurveda é o nome dado à ciência médica com raízes na antiga Índia, desenvolvida há mais de 6 mil anos, fazendo dela o mais antigo sistema médico e holístico da humanidade. A medicina ayurveda é reconhecida como sendo a mãe da medicina moderna, pois os seus princípios, estudo e aplicação prática foram a base para o posterior desenvolvimento das medicinas chinesa, árabe, romana e grega. Este reconhecimento não é meramente honorário, mas sim reforçado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Ayurveda é uma palavra que em sânscrito significa literalmente Ciência (veda) da vida (ayur), mas sendo a sua interpretação correta a de "Ciência da Vida Saudável". A sua filosofia baseia-se na teoria dos cinco elementos, os Panchamahabhutas, elementos que formam toda a manifestação material do universo. São eles éter, ar, fogo, água e terra. Toda a matéria que existe no universo provém destes 5 elementos, inclusivé o corpo humano (que além da matéria, também é formado por buddhi (discernimento), ahamkara (ego) e manas (mente). De acordo com o Ayurveda, quando algum dos 5 elementos está em desiquilíbrio no corpo do indivíduo, dá-se início ao processo da doença. A Ayurveda pode ser definida como a arte de viver em harmonia com as leis da natureza, assumindo-se assim uma natural e antiga sabedoria sobre a saúde e a cura. O seu objectivo principal é: "Manter a saúde dos saudáveis e curar o sofrimento dos doentes." É a arte da felicidade, através de uma forma prática, filosófica e espiritual... É a ciência da vida que engloba toda existência do indivíduo e do universo através de uma abordagem holística em que se reconhece e promove a interacção constante entre o corpo, mente, sentidos, e espírito bem como entre todos os aspectos práticos da vida tais como as relações, o meio ambiente, o estilo de vida, ocupação, etc. (...) A Ayurveda não pretende impor regras, receitas ou terapias, mas sim levar o indivíduo a tomar conhecimento sobre os métodos e princípios ayurvedas de forma a poder fazer as suas escolhas, ouvindo o seu corpo e características únicas, respeitando as suas reações. (....) Cada indivíduo é criação única da natureza, que através do ser humano encontra também uma forma de se exprimir, tal como acontece com os outros animais, rios, montanhas e toda a existência cósmica. "


Os Princípios Básicos do Ayurveda A Ayurveda foi o primeiro sistema médico que manifestou uma concepção holística integrada entre o corpo, a mente e o espírito e que defende uma relação profunda entre o universo ou o macrocosmos e a pessoa microcosmos. A ayurveda concebe a vida como a união do corpo, sentidos, mente e o espírito, e toda a experiência positiva ou negativa a nível corporal tem seu efeito sobre a mente e vice-versa. As suas bases regem-se pela Teoria dos cinco elementos (éter, ar, fogo, água e terra), do sistema Tridosha ou dos 3 tipos corporais (Vata, Pitta e Kapha) os sete Dhatus ou tecidos (Rasa, Rakta, Mansa, Meda, Asthi, Majja e Shukra), os três Malas ou produtos de excreção, e a trindade da vida formada pelo corpo, mente e espírito. O ser humano é uma interação dos 3 doshas, dos 7 dhatus e os 3 malas. Os doshas ou humores, constituem a força básica que interatuam e se encontram presentes no organismo de todas as pessoas. .:. Os 5 elementos (Panchamahabhuta)


Éter ou espaço (Akásha) A expansão da consciência é o espaço, e o espaço é o meio em que tudo existe e tem possibilidade de existir.

Ar (Vayu) Este elemento é universal, sem forma e imóvel. O movimento da consciência determina a direção ao longo da qual a mudança de local se processa. Esta ação causa atividades subtis dentro do espaço. De acordo com a perspectiva ayurveda, este é o principio do ar. Existe um campo magnético cósmico responsável pelo movimento da terra, vento e água. A sua representação no corpo humano é o ar biológico, responsável pelos movimentos aferentes e eferentes, impulsos sensoriais e motores. Quando alguém toca a pele a sensação táctil é enviada para o cérebro pelo princípio do movimento. Depois há uma reação ao impulso que é a resposta motora transmitida desde o cérebro até ao membro. Esta é uma função muito importante do ar. A nossa respiração deve-se ao movimento do diafragma e os movimentos dos intestinos são também governados pelo princípio do ar. Da mesma forma é ainda o princípio que controla o movimento dos pensamentos.

Fogo (Tejas) Onde existe movimento existe fricção, o que gera calor e logo a terceira manifestação da consciência é o fogo, o princípio do calor. O elemento fogo é o poder de transformar uma substância sólida a líquida, em gás e vice-versa.

Água (Jala) A água representa o estado líquido da matéria cujos atributos característicos são a fluidez, peso, viscosidade, densidade e coesão. A água é a substância que carece de estabilidade ou forma e que se percebe mediante o gosto. Terra (Prithvi) A pura manifestação da consciência é o elemento terra. Devido ao calor do fogo e água, ocorre uma cristalização. De acordo com o Ayurveda, as moléculas da terra não são mais do que a cristalização da consciência. No corpo humano, todas as estruturas sólidas, firme, rijas e compactas derivam do elemento terra, tal como ossos, cartilagens, unhas, cabelo, dentes e pele. Até na mais simples das células, a sua membrana é o elemento terra. Todos estes elementos estão presentes em todas as células humanas. O homem é representa assim, a criação da consciência universal. O que está presente no cosmos - o macrocosmos, está presente no corpo - o microcosmos.

.:. Texto retirado e adaptado do Manual de Massagem Ayurvedica Tradicional, Professor Valter Cardim, ALBA - Associação Luso-Brasileira de Ayurvedica



44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo